Arquivo para cinema em casa

Brinquedo não-recomendado para quem preza sua vida.

Posted in Divagações, Filmes with tags , , , , , , , on agosto 12, 2009 by Guilherme Dias

Algumas pessoas cresceram vendo Jason e sua máscara de hockey enfiando o facão em pessoas desprevinidas na série Sexta-Feira 13. Outras não conseguiam entender como Michael Myers resistia a tudo e caminhava lentamente em direção a sua vítima em Halloween. Talvez os mais velhos lembrem de Leatherface  simplesmente MARTELANDO um rapaz até a morte no Massacre da Serra Elétrica. O que é certo é que todo mundo teve AQUELE vilão que aterrorizou sua infância, desde que aquele primo(sim, AQUELE primo) te forçou a ver uma VHS de noite quando você ainda era uma pequenina criança. Esse é um pequeno relato sobre o meu maior pesadelo de infância.

Eu era um piá medroso. Demorei até a duenésima reprise de GREMLINS para notar que um filme com elementos de terror poderia ser divertido, e me negava a sequer ABRIR OS OLHOS quando os comerciais para A Hora do Pesadelo 4 passavam na televisão. Mas havia um filme em específico que me apavorava horrivelmente. O local preferido de toda criança é no meio de seus brinquedos, fonte de diversão e entreterimento, de herois imaginários e toda essa frescuragem que está fazendo meu texto parecer roteiro da TV GLOBINHO. Logo, é uma FDP IMENSA fazer um filme onde esse brinquedo pode ESTRIPÁ-LO E POSSUIR SEU CORPO. Senhoras e senhores, esse é Chucky, o Brinquedo Assassino.

Fofão é o caralho.

Fofão é o caralho.

Para pessoas mais novas, a série Brinquedo Assassino geralmente passa em branco como filme de terror. Afinal, a imagem daquele BICHO RUIVO INFERNAL está relacionada às comédias que fecharam a série. Entretanto, os dois primeiros filmes eram slashers convincentes e, mais especificamente, slashers que passavam DE TARDE NO SBT. Aliás, para quem não sabe, esses filmes foram proibidos no bloco da tarde desde que uma criança IMITOU o nosso querido Chucky e esfaqueou um outro menino depois da exibição deles no Cinema em Casa. Eu disse que era um troço do Inferno, principamente para crianças facilmente impressionáveis de 8, 9 anos.

O roteiro e OVERALL PLOT da série, condensado: Charles Lee Ray(três assassinos em um), o Estrangulador de Lakeshore é ferido mortalmente por um policial graças a seu amigo traíra. Como MESTRE DO VODU, em seus minutos finais ele transfere sua alma para um boneco que estava próximo. Um piá abobado compra esse boneco. Chucky se revela para o guri, assassina quem ferrou com ele e resolve transferir sua alma para o piá abobado. Tudo bem simples, como em um bom filme de terror chinelão, mas o maldito boneco era algo aterrador e os efeitos eram bons para a época de lançamento da película(1989).

No final das contas, Chucky aterrorizou toda uma geração de crianças facilmente impressionáveis. Em grande parte graças a seus grandes dubladores, tanto na versão ÁLAMO quanto na versão americana, ao efeito UNCANNY VALLEY inerente a todo brinquedo humanóide se tornando uma MÁQUINA MORTÍFERA e pela tradição do Cinema em Casa de reprisar o maldito filme todo final de semana.Ah, e por terem feito uma versão REAL da Good Guy Doll. FDP pouca é bobagem.

Ah. Eu achei que tivesse superado o trauma com meus 12, 13 anos. Daí um famoso duo de House francês, um tal de DAFT PUNK, lançou uma das minhas músicas favoritas, Technologic. O clipe…bem…

…é o esqueleto do Chucky dando ordens. MUITO OBRIGADO, FRANÇA, POR MAIS ALGUNS PESADELOS.

Anúncios